Para se inspirar: 10 vídeos sobre empreendedores incríveis

Belo Horizonte | Quinta-feira, 4 de janeiro de 2018 - 10h 10 - Atualizado às 10h 17

Não existe nada mais inspirador do que aqueles que "chegaram lá". São eles que mostram que o caminho é difícil, sim, mas é possível de ser trilhado. E quando essas pessoas decidem passar um pouco da sabedoria delas pra gente, nós paramos para escutar. O Endeavor selecionou os 10 vídeos mais vistos (e inspiradores) de 2017 e a gente compartilha aqui com você. Seja quais forem os seus planos, que você tenha coragem para dar o salto!

 

1) Day1 | Paola Carosella: “Os sonhos que eu tenho não têm limite”
Visto por 390.824 pessoas

 

Paola estava sentada no chão da sala, de madrugada, com uma folha de papel na mão. De um lado, ela escreveu tudo o que tinha até então e o que gostaria de ter dois anos depois. Naquele momento, com uma filha de 2 anos dormindo no quarto, Paola decidiu assumir uma dívida milionária e comprar a parte dos sócios no restaurante que gerenciava. Esse foi o Day1 de Paola Carosella.

 

No palco da Sala São Paulo, diante de mais de 50 mil pessoas assistindo ao vivo e online, ela contou a sua história. Com a coragem e sensibilidade de saltar do trapézio sem medo de perder o chão. “Minha riqueza vem de olhar para trás e saber que eu sonhei alguma coisa, que consegui fazer, e de olhar para frente e saber que esses sonhos que eu tenho não têm limite e que eu não vou parar.“

 

 

2) Day1 |”O impossível é apenas o começo de todas as possibilidades” – Luiz Seabra
Visto por 42.661 pessoas

 

No início, a Natura era apenas uma pequena portinha na Rua Oscar Freire, onde antes existira uma borracharia. Mas a visão que Luiz Seabra tinha de criar produtos que tratam da pele, do corpo e do cabelo, mas que falam ao coração, transcendeu o tempo e transformou o pequeno negócio em uma das maiores marcas de cosméticos do mundo. No fundo, a profecia de seu amigo Sana Khan estava certa:

 

“Eu vejo um trator, que vai se mover muito lentamente no início, mas vai gerar uma força que nada conseguirá deter. Vai alimentar legiões material e espiritualmente. Semear é o seu destino.”  Aquela era a Natura. E à frente, semeando a transformação, estava Luiz Seabra.

 

 

3) Day1 | Caio Bonatto: Não existe desculpa para não fazer

Caio Bonatto e seus sócios tinham todas as desculpas para não sair do lugar: não tinham toda a mão de obra, não tinham todos os recursos financeiros, não dominavam totalmente a tecnologia ou o mercado. Mas eles tinham uma certeza muito grande de aonde queriam chegar: ao sonho.

 

Foi ainda na faculdade, numa salinha desarrumada emprestada pelo pai, que ele se juntou a outros 5 amigos para revolucionar a forma como as coisas eram feitas na engenharia. Nunca se sentiram completamente prontos para transformar um setor inteiro, mas isso não importava muito:

 

“Se você acredita no que você faz de corpo e alma, é começar e botar pra fazer.”

 

 

 

4) Empreende[dor] | Wilson Poit: “Se o negócio quebra, começa de novo”
Visto por 32.333 pessoas

 

Poit tinha 40 anos quando teve a ideia do negócio que realmente mudou sua vida. A Poit Energia surgiu para fornecer um serviço completo no aluguel de geradores — do cabeamento aos profissionais de plantão, além das máquinas. Foi com seu pai, quando ainda trabalhava na roça, que aprendeu os valores que o tornariam um empreendedor de impacto.

 

“Se o negócio quebra, começa de novo; o pior é aceitar andar de lado a vida inteira”

 

 

 

5) Controlar tempo é chato, perder dinheiro é muito mais
Visto por 28.474 pessoas

 

Menos de 40% do tempo dos profissionais é gasto com o que eles foram, efetivamente, contratados para fazer: o restante se perde em reuniões, e-mails, busca e consolidação de informações…

 

 

No primeiro episódio desta websérie, Antonio Carlos Soares, cofundador da Runrun.it, mostra que o desafio do empreendedor é ajudar o time a aumentar esse índice: investir o tempo, esse ativo tão valioso, naquilo que é mais importante, que causa mais impacto. Assim, ganha-se produtividade.

 

 

 

6) Day1 | Pedro Lima: Empreender é criar valor sem jamais nos esquecermos de onde viemos
Visto por 26.295 pessoas

 

Pedro Lima tinha 20 anos quando resolveu deixar a faculdade de agronomia e voltar para São Miguel, no Rio Grande do Norte, para cuidar dos negócios do pai. Ligou para os dois irmãos mais novos, Paulo e Vicente, e os convenceu a voltar também. Só faltava explicar essa decisão para a dona Joana:

 

 

“Ela chamou a gente de louco. Ligou para os meus irmãos mais velhos, tentou convencer a gente, mas não teve jeito. O grande projeto de vida de mamãe era mandar a gente estudar fora para ter futuro. Mas ao mesmo tempo a gente nunca se afastou muito dos negócios de papai”.

 

 

 

7) O que é o Planejamento Estratégico Pessoal
Visto por 25.419 pessoas

 

Você não é uma pessoa dentro da sua empresa e outra fora dela — então por que seu negócio tem um planejamento estratégico mas sua vida não? No primeiro episódio desta websérie, Adir Ribeiro, fundador da Praxis Business, introduz o que é o PEP (Planejamento Estratégico Pessoal) e como uma reflexão sobre seu desenvolvimento pode inspirar seu sucesso.

 

 

 

8) Day1 | José Renato Hopf: “Não sou fundador de nada, sou um engajador de fundadores”
Visto por 20.181 pessoas

 

Quando José Renato Hopf foi montar a GetNet, sabia que ia precisar trazer gente muito boa para o barco se quisesse brigar com duas gigantes globais. Encontrou. Afinal, para uma startup dar certo, é preciso um time de empreendedores. Em pouco mais de uma década, o negócio já valia mais de R$ 1 bilhão.

 

 

Mas desde pequeno ele tem o sonho de mudar o mundo por meio da tecnologia, por isso não descansou depois de vender a empresa. Tratou de engajar outros fundadores para empreender a 4all, uma plataforma digital all-in-one que promete revolucionar o mercado.

 

 

 

9) Jorge Paulo Lemann: “Nosso negócio não é cerveja, nem hambúrguer ou ketchup, é gente”
Visto por 20.074 pessoas

 

Podem passar os anos, mudar o foco dos investimentos e até o valor das aquisições, mas em uma coisa Jorge Paulo Lemann sempre acreditou: quem faz uma empresa são as pessoas. Em conversa com Juliano Seabra, diretor-geral da Endeavor Brasil, e empreendedores convidados, ele conta um pouco mais sobre gerar oportunidades.

 

 

 

10) A Liderança de Bernardinho: construindo times exponenciais
Visto por 20.013 pessoas

 

“Quando você tem uma medalha de ouro, ganhar uma de prata é como perder. O mais difícil do sucesso é se manter nele”, contou Bernardinho. Em um bate-papo exclusivo no Scale-Up Summit, o ícone do vôlei também falou sobre os desafios de lidar com a pressão externa, que às vezes passava a imagem de “descontrolado” e, em caso de vitórias, de “líder”. E ele não parou por aí, Bernardinho relatou a batalha com a vaidade, que infecta muitos empreendedores ao longo do caminho.

 

 

“Todos os dias você precisa pisar na vaidade para que ela não te deixe tropeçar”. A vaidade que cega impede que os empreendedores vejam e compreendam seu papel na transformação do Brasil. “Eu já recebi muitos convites que seriam muito interessantes, mas eu fico me perguntando se é a hora de eu sair do Brasil. De virar as costas. Eu não me sentiria bem sabendo que não fiz nada. Ninguém deveria.

 

 

 

 

Fonte: Endeavor

Galeria de Fotos

Encontro de Presidentes

Encontro de Presidentes

Revista Movimenta

 

 

 

Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Minas Gerais

Av. Silviano Brandão, 25 – Sagrada Família – Belo Horizonte/MG

CEP: 31030-525 – Telefone: (31) 2532-3300